A realidade da TI em pequenas e médias empresas.

Tempo de leitura: 5 minutos

180608_Capa

A tecnologia é uma ferramenta primordial nas atividades comerciais e industriais. A informatização avança a passos largos, transformando a produtividade e as relações profissionais. Porém, uma grande parcela das pequenas e médias empresas ainda resiste a esta realidade. Muitos gestores ainda interpretam esta mudança como um gasto e abrem mão deste investimento, insistindo numa administração deficiente e improdutiva.

Já está mais do que comprovado que as corporações que investem em Tecnologia da Informação conseguem reduzir custos operacionais, ampliar a sua produtividade e aumentar as suas  vendas. Porém, uma grande parcela das pequenas e médias empresas, por mais que queiram fazer parte deste grupo, ainda enfrenta alguns desafios. Vamos conhecê-los um pouco?

Implantação de softwares eficientes de gestão.

A partir do momento em que uma empresa começa a se desenvolver, cresce também a quantidade de dados e informações. Diante desta constatação, faz-se necessário a implantação de sistemas de gestão mais avançados e com mais recursos, capazes de armazenar informações e transformá-los em ferramentas úteis para a tomada de decisões. Infelizmente muitas empresas, mesmo crescendo, ainda mantém softwares ultrapassados, limitados e com poucos recursos. Este tipo de economia pode se converter em grandes prejuízos, como perda de clientes e de mercado para outras empresas melhor preparadas na área de TI.

Aumento de Custos

A concorrência desenfreada força pequenos e médios empresários a atualizarem a sua infraestrutura de TI para se manterem competitivos no mercado. Além de software e hardware, esta mudança envolve outras despesas relevantes, como energia, tempo, consultoria, contratação de novos funcionários, manutenções regulares, entre outros gastos. Diante deste cenário, a contração de infraestrutura de TI como serviço torna-se uma opção segura, econômica e vantajosa ao pequeno e médio empresário. Além de reduzir custos e ganhar espaço no mercado, ele pode ter outros benefícios importantes, como melhoria da governança de TI, tomada de decisões mais rápidas, economia e possibilidade de investimento em outras áreas.

Segurança

Infelizmente o índice de preocupação com a segurança ainda é baixo entre as pequenas e médias empresas. Muitas ainda acham que nunca serão vítimas de um ataque cibernético, enquanto que outras ainda acham que este tipo de proteção tem um custo muito alto. Mas a realidade é outra e preocupa o mercado. Cerca de 65% dos ataques de hackers atingem as pequenas empresas. E outra constatação preocupa ainda mais os empresários: o Brasil é o nono país que mais sofre ataques virtuais no mundo. Mesmo em corporações de menor porte, com poucos usuários e computadores, é fundamental uma estrutura de TI segura, com ferramentas de proteção como antivírus corporativo, sistema de backup, controle de navegação, política de segurança da informação e outros recursos. Riscos de vírus e ataques, além de prejudicar o crescimento de uma empresa, pode arruiná-la por completo.

Backup e recuperação de desastres.

Muitas pequenas e médias empresas ainda não possuem estrutura de backup. E infelizmente elas adotam medidas depois de alguma incidência. No caso de um incidente que impacte o negócio ou cause prejuízos mais sérios, a primeira ação sempre é adquirir algum produto ou serviço para corrigir o problema. Mas prevenir é muito mais econômico e vantajoso do que remediar. Ter um bom sistema de backup pode ser a solução para este problema, mantendo os dados seguros, mesmo que ocorra qualquer prejuízo com o HD ou a exclusão de arquivos.

Terceirização é uma decisão inteligente.

180608_Conteudo

Para enfrentar de maneira segura e inteligente todos os desafios que vimos anteriormente, uma solução cada vez mais utilizada nas pequenas e médias empresas tem sido a contratação da infraestrutura de TI como serviço, ou terceirização dos serviços de tecnologia de informação. Esta modalidade oferece muitas vantagens importantes, que vamos ver agora:

Redução de Custos.

A terceirização da TI para pequenas empresa pode evitar custos onerosos, como folhas de pagamento, treinamentos, contratação de trabalhadores temporários e outras implicações.

Suporte ilimitado.

A utilização de infraestrutura de TI como serviço pode proporcionar à empresa a garantia de uma equipe pronta para atendê-la a qualquer momento, oferecendo um suporte integral e assistência no caso de qualquer problema. Esta versatilidade é uma boa opção para imprevistos que sempre acontecem.

Equipe especializada.

Contratar uma equipe experiente de TI custa caro para uma pequena ou média empresa. Neste caso, a terceirização pode garantir o apoio de profissionais especializados em TI por um custo bem menor e sem a necessidade de contratação. Estes profissionais costumam se aprofundar de maneira contínua, adquirindo conhecimento de maneira constante e assimilando soluções cada vez mais modernas e eficientes.

Foco no negócio.

Contar com uma equipe terceirizada e competente de TI pode permitir que os gestores da empresa se preocupem de maneira efetiva e integral com os seus respectivos negócios.

Conclusão

Vimos que uma pequena ou média empresa pode muito bem ter uma boa infraestrutura de TI. E uma solução eficaz é a contratação como serviço. Esta modalidade já é uma realidade em todo o mundo e vem crescendo consideravelmente, pois oferece uma série de vantagens importantes, como economia de tempo e orçamento, fazendo com que os gestores possam investir em seus negócios de maneira concentrada, confiando a sua TI numa empresa experiente e permanentemente focada para administrar esta área da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *